BRANCÃO VENCE O ATLÉTICO E SOBE PARA 3ª POSIÇÃO DA TABELA.

RESUMO DE ATLÉTICO x RIO BRANCO.

Falei, cobrei, não sei me ouviram ou não. Só sei que, o time que jogou na noite de terça feira(12) não é o mesmo que vinha jogando. Um time aplicado, aguerrido, cansado, mais um time de superação. A equipe se superou e mostrou algo que não vinha acontecendo nos jogos anteriores, Lógico que o gol marcado pelo Ronicley logo no primeiro minuto de jogo deu tranquilidade. Mais o time quase paga o pato por tanta tranquilidade. Cedeu espaços, levou o empate, o time estava se arrastando ao final do primeiro tempo. Voltou do intervalo com um volume de jogo impressionante. Marcando mais, recuperando bolas, e em uma dessas recuperadas Edu Capetinha acreditou, correu atrás da bola, todo time do Itapemirim e até do Rio Branco não acreditaram quando ele pegou a pelota serviu a Ronicley que rolou e Canário chutou para desempatar a partida. O terceiro veio para coroa a boa partida feita pelo Capetinha, ele pegou uma bola que veio de uma ajeitada de Loco Abreu, girou e fechou a conta. 506 torcedores no total viram a primeira vitória do Brancão, com 496 pagante que deu uma renda de 10.860,00.

RIO BRANCO.

A torcida não foi a mesma das partidas anteriores do Brancão. Mesmo o time jogando no Kleber Andrade, o mando foi do Atlético Itapemirim, pois o estádio do time Sulino foi vetado pelo corpo de bombeiros devido a quantidade de lugares para o torcedor não ser ideal para a capacidade de público exigido pela leis do esporte capixaba. Mais o time Capa Preta precisava da sua torcida, ele veio bem reduzida, cobrou, xingou e aplaudiu. Esse é o papel de uma torcida, ” cobra quando tem de cobrar, mais bate palmas quando o time correspondi.” A equipe já deu uma mudada em relação ao trabalho do treinador anterior. Não só pela vitória em si, mais pela postura. Conversei com o destaque da partida na minha modesta opinião, o goleiro Alan Faria. Já tinha acompanhado ele no time do ES, e em algumas partidas do Brancão. Eu vou falar uma coisa, foi a melhor apresentação do goleiro no Kleber Andrade. Agora vamos esperar o próximo jogo para ver a real mudança, ou se foi só para mostrar serviço ao novo treinador Erich Bonfim.

ATLÉTICO ITAPEMIRIM.

O time fez um bom primeiro tempo, poderia ter saído com um vitória maiúscula para intervalo. Parou nas defesas do goleiro Alan e se perdeu quando tomou o segundo gol. Não se achou mais em campo, não ofereceu a mesma resistência do primeiro tempo. Flávio Caça Rato muito distante do gol, ou seja jogando fora da grande área, mesmo assim deixou o seu. O time agora vai até o Sumaré como mandante para enfrentar o lanterna Castelo às 16:00 horas.

OS GOLS.

Ronicley, Canánario e Edu Capetinha para o Brancão, Flávio Caça Rato para o Atlético Itapemirim.

GALERA DO APITO.

Tivemos uma arbitragem tranquila do Trio de campo comandada pelo Federado Alex Mendonça. Nota 08.

PAZ NO ESPORTE & NAS COMUNIDADES!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.